English English Italian Italian Portuguese Portuguese Spanish Spanish
Shadow

Emlur faz contrato emergencial para regularizar a coleta de lixo em João Pessoa


A Autarquia de Limpeza Urbana de João Pessoa (Emlur) assinou um contrato emergencial com duas empresas para executar os serviços de limpeza urbana e coleta de lixo em João Pessoa. O contrato emergencial, ou seja, sem licitação, tem o valor total estimado de R4 37 milhões, que serão pagos em parcelas mensais.

Um dos contratos é com a empresa SP Soluções Ambientais S.A., sediada na Bahia, com valor total de R$ 14,58 milhões, que deverá ser pago em parcelas mensais de R$ 2,43 milhões. O outro contrato, de maior monta, é com a Líbano Serviços de Limpeza Urbana, Construção Civil LTDA, no valor de R$ 22 milhões. Este terá parcelas mensais de R$ 3,7 milhões.

Conforme os termos do contrato, assinado pelo superintendente da Emlur, Ricardo Veloso, a contratação terá vigência de 180 dias a contar da emissão da ordem de serviço ou caso a licitação, que ainda não foi aberta, seja finalizada e os contratos estejam prontos para a execução.

O pagamento à empresa baiana SP Soluções Ambientais S.A será feito em parcelas mensais de R$ 2,43 milhões até o limite do valor global de R$ 14,58 milhões.

O contrato foi formalizado no mesmo dia em que o conselheiro do Tribunal de Contas da Paraíba (TCE-PB), Antônio Gomes Vieira Filho, determinou a imediata suspensão da rescisão dos contratos com as três empresas que estavam fazendo a coleta do lixo da capital.

A coleta de lixo na capital está comprometida desde o último dia 30 de março, quando a Emlur rescindiu o contrato com as empresas Beta Ambiental Ltda, Limpebras Engenharia Ambiental Ltda e Limpmax Construções e Serviços EIRELI, sob a alegação de que o serviço não estaria sendo prestados conforme estabelecido no contrato.

Vídeos mais assistidos do G1 Paraíba

200 vídeos

Fonte: G1