English English Italian Italian Portuguese Portuguese Spanish Spanish
Shadow

MPF ajuíza ação contra Pazuello pela crise de oxigênio no Amazonas


MPF processa ex-ministro Pazuello e secretário de Saúde do AM por omissão na crise de oxigênio

MPF processa ex-ministro Pazuello e secretário de Saúde do AM por omissão na crise de oxigênio

O Ministério Público Federal no Amazonas ajuizou uma ação de improbidade administrativa contra o ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello e o secretário estadual de Saúde do Amazonas, Marcellus Campêlo, por omissão no combate à pandemia durante a crise de oxigênio no Amazonas, nos meses de dezembro e janeiro.

O MPF identificou: atraso no envio de equipe para diagnosticar a nova onda de infecções; omissão no monitoramento da demanda por oxigênio; demora na adoção de medidas para evitar o desabastecimento; pressão do Ministério da Saúde para utilização de um suposto tratamento precoce; lentidão na transferência de pacientes; e ausência de medidas que estimulassem o isolamento social.

Não há prazo para que a Justiça Federal no Amazonas analise a ação. O secretário de Saúde do Amazonas, Marcellus Campêlo, afirmou que o estado tinha um plano de contingência levando em consideração o pior cenário do primeiro pico da pandemia, mas que a entrada em circulação da variante P1 quase triplicou a demanda.

O Ministério da Saúde não quis se manifestar.

O JN não teve retorno da assessoria do ex-ministro Eduardo Pazuello.

Fonte: G1