English English Italian Italian Portuguese Portuguese Spanish Spanish
Shadow

Tag: Justicia

A batalha judicial contra a deportação do último nazista do Canadá

DIVERSITY
O passado nazista persegue Helmut Oberlander, de 97 anos, e também o Canadá. O país norte-americano combateu na Segunda Guerra Mundial o regime de Adolf Hitler e recebeu milhares de pessoas que sobreviveram à barbárie, mas também se transformou em refúgio de alguns carrascos e colaboradores nazistas. Oberlander é um deles; no momento, é o último vivo conhecido no país por sua longa batalha para evitar uma deportação. Embora nunca tenha sido formalmente acusado de um crime, ele é apontado pelas autoridades por sua participação num esquadrão da morte nazista que matou pelo menos 20.000 pessoas. Sete décadas depois, num processo tardio e errático da Justiça, a Comissão de Imigração e Refúgio canadense deve decidir agora sobre sua possível deportação depois da revogação de sua cidadania, em 20
Nicolas Sarkozy é condenado a três anos de prisão por corrupção e tráfico de influência

Nicolas Sarkozy é condenado a três anos de prisão por corrupção e tráfico de influência

DIVERSITY
O ex-presidente francês Nicolas Sarkozy chega ao tribunal que o julgou em Paris, nesta segunda-feira.ANNE-CHRISTINE POUJOULAT / AFPO ex-presidente francês Nicolas Sarkozy foi condenado nesta segunda-feira a três anos da prisão, dos quais terás de cumprir pelo menos um, por corrupção e tráfico de influência no chamado Caso Bismuth, ou das escutas telefônicas. Em 2014, já após encerrar seu mandato (2007-2012), Sarkozy, de acordo com o tribunal, ofereceu contrapartidas a um promotor em troca de informações e de ajuda em um processo que o atingia. A sentença determina que Sarkozy poderá cumprir pena “em regime de detenção domiciliar sob vigilância eletrônica”, o que pode significar o uso permanente de uma pulseira de monitoramento remoto. O político, que durante o julgamento se declarou vítima
Militares, retornem para os quartéis. O Estado democrático de direito exige

Militares, retornem para os quartéis. O Estado democrático de direito exige

DIVERSITY
Causou repulsa, decepção e vergonha a fala do general Villas Bôas, que revelou a movimentação e o concerto, entre os oficiais do Alto Comando do Exército brasileiro, na elaboração do texto publicado no tuíte do comandante, pouco antes do julgamento, no Supremo Tribunal Federal (STF), do habeas corpus do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em 2018. Não há como relativizar. Houve pressão e, com isso, houve intromissão descabida e indevida do Exército brasileiro no STF. Cabe a ele t... Faça seu login para seguir lendo Saiba que já pode ler este artigo, é grátis Obrigado por ler o EL PAÍS Fonte: EL Pais
Faz sentido um documentário de denúncia que só dá voz a um dos lados?

Faz sentido um documentário de denúncia que só dá voz a um dos lados?

DIVERSITY
A voz solo da minissérie documental Allen versus Farrow, cujo primeiro episódio acaba de estrear na HBO, é a de Dylan Farrow, filha de Woody Allen que acusa o cineasta de ter abusado sexualmente dela em 1992, quando ela tinha sete anos, e que pela primeira vez conta sua história diante das câmeras. Entretanto, dentro do coro que a acolhe, tendo à frente sua mãe, Mia Farrow, destaca-se a presença da veterana jornalista Maureen Orth. [embedded content] Em sua carreira, Orth cobriu alguns dos mais relevantes escândalos envolvendo personalidades da cultura popular nos últimos trinta anos. Seu livro Vulgar favors serve de base de argumentação para a temporada de American crime story dedicada ao assassinato do estilista Gianni Versace. A intervenção da jornalista neste documentário está mais do
À caça do último nazista nos Estados Unidos

À caça do último nazista nos Estados Unidos

DIVERSITY
Friedrich Karl Berger chegou aos Estados Unidos em 1959 como um a mais entre milhões de imigrantes europeus que àquela altura buscavam a vida nesta parte próspera do mundo. Ao final da II Guerra Mundial, conseguiu entrar primeiro no Canadá, procedente da Alemanha, mas depois se estabeleceu em Oak Ridge, uma pequena cidade do Tennessee (sul dos EUA). Lá constituiu família ao lado da esposa e da filha, trabalhou fabricando aparelhos para desencapar fios elétricos e se tornou um membro integral dessa prototípica comunidade de subúrbio norte-americano. Também ali Friedrich Karl Berger se aposentou e enviuvou, virou avô e, fechando o ciclo de qualquer biografia banal, estava destinado a morrer. Mas no sábado passado, aos 95 anos, a Justiça dos Estados Unidos o deportou ao seu país de origem por
Bolsonaro tira a máscara e diz que não gosta da democracia

Bolsonaro tira a máscara e diz que não gosta da democracia

DIVERSITY
Não era segredo para ninguém que o presidente Jair Bolsonaro não gosta da democracia. Mas agora tirou a máscara e confessou à luz do sol: “Se tudo dependesse de mim, não viveríamos neste regime”. E não foi um acaso que sua confissão tenha sido feita durante um ato militar, ao mesmo tempo em que o presidente do Clube Militar, o general da reserva ... Faça seu login para seguir lendo Saiba que já pode ler este artigo, é grátis Obrigado por ler o EL PAÍS Fonte: EL Pais
Julgamento de bilionário que contratou Moro abre janela inédita para a pilhagem da África no século 21

Julgamento de bilionário que contratou Moro abre janela inédita para a pilhagem da África no século 21

DIVERSITY
Uma montanha de minérios, o ditador doente da República da Guiné e suas quatro esposas, supostas propinas, contas secretas na Suíça, um bilionário do ramo de diamantes, a gigante brasileira Vale, o ex-juiz e ex-ministro de Jair Bolsonaro Sergio Moro e uma pobreza profunda. Numa sala do Tribunal de Genebra, situado no coração do bairro medieval da cidade suíça, todos esses elementos se cruzam no julgamento do magnata Benjamin Steinmetz, que se revelou um mergulho na dimensão da pilhagem das riquezas naturais do continente mais pobre do mundo. O bilionário israelense, de 64 anos, repleto de controvérsias e herdeiro de uma família de negociadores de diamantes, é acusado de “corrupção de funcionários públicos estrangeiros”, num dos raros julgamentos de um cidadão de fora da Suíça, tido como o
Os crimes de Bolsonaro durante a pandemia, segundo juristas que pressionam Augusto Aras

Os crimes de Bolsonaro durante a pandemia, segundo juristas que pressionam Augusto Aras

DIVERSITY
O presidente Jair Bolsonaro em pronunciamento no Palácio do Planalto, no dia 12 de janeiro.ADRIANO MACHADO / ReutersO presidente Jair Bolsonaro fomenta “sabotagens para retardar ou mesmo frustrar o processo de vacinação” contra a covid-19 no Brasil. Essa é a tese de um grupo de 352 notáveis, formado por juristas, economistas, intelectuais e artistas, que solicitaram à Procuradoria Geral da República (PGR) a abertura de uma ação criminal contra Bolsonaro no Supremo Tribunal Federal (STF). No documento, signatários como José Carlos Dias (ex-ministro da Justiça), ou Gonzalo Vecina, ex-presidente da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), acusam o presidente de atentar contra a saúde e a vida dos brasileiros devido à gestão da pandemia. Também assinam a ação economistas como André L
Cresce pressão por responsabilizar Bolsonaro por Manaus e ideia de impeachment volta a ser aventada

Cresce pressão por responsabilizar Bolsonaro por Manaus e ideia de impeachment volta a ser aventada

DIVERSITY
Um homem carrega um cilindro de oxigênio em Manaus.BRUNO KELLY / ReutersA tragédia anunciada em Manaus, onde a falta de oxigênio nos hospitais fez com que pacientes morressem asfixiados, é mais um capítulo sombrio da pandemia de covid-19 no Brasil e fez ressurgir o debate sobre a possibilidade de responsabilizar as autoridades, em especial as do Executivo, pela gestão crise sanitária. De acordo com a Constituição federal e a legislação que institui o SUS (Sistema Único de Saúde), quando se trata de saúde, a competência é dividida entre os entes federativos. Quer dizer, a responsabilidade está nas mãos tanto do Estado e do município quanto do Governo federal. “Mas o Ministério da Saúde é a cabeça do SUS e se o Governo Federal não está usando essa cabeça, assume uma responsabilidade específi
Zuckerberg anuncia bloqueio de Trump por tempo indeterminado no Facebook e no Instagram

Zuckerberg anuncia bloqueio de Trump por tempo indeterminado no Facebook e no Instagram

DIVERSITY
El presidente Trump se dirige a sus seguidores después del asalto al CapitolioReuters“Como resultado da atual situação violenta sem precedentes em Washington, exigimos a remoção de três tuítes publicados hoje mais cedo na conta @realDonaldTrump por infrações graves e reiteradas de nossa política de integridade física”. Assim o Twitter explicou que havia bloqueado a conta do presidente Trump, após este ter encorajado as revoltas desta quarta-feira em Washington. A rede social alertou primeiro sobre o conteúdo difundido pelo presidente, alegando “risco de violência” e, horas mais tarde, suspendeu a conta para que Trump não pudesse utilizá-la. Ele poderá voltar a usar a conta 12 horas depois de apagar essas três mensagens. O Twitter não descarta desativar permanentemente a conta do mandatário